domingo, outubro 15, 2006


Jardim da Fundação Calouste Gulbenkian, Agosto 2006, máq. fotog. do telemóvel

5 comentários:

Pedro Santos disse...

essa e outras que tens aí escondidas ;o) ... optima escolha para segundo post, gosto mesmo muito.

Cristina E. Leal disse...

É curioso como as coisas estão lá... o segredo está sempre no olho de quem vê (e num bom telemóvel, claro).

Luísa R. disse...

Obrigada, amigos.
Acho que todos nós gostamos muito do jardim da Gulbenkian :O)

Anónimo disse...

E se bem me lembro, tens outras pérolas no armário...
Elsa

Luísa R. disse...

tu também tens algumas escondidas por aí :)