quinta-feira, fevereiro 15, 2007

o tomatinho



[acrilico s/ papel, 30x40 cm]

... mas tb podia ser uma maçã
nunca mais falámos de cor ... por exemplo, este tomatito estava desolado e perdido, em cima de uma mesa que eu interpretei como ocre. fiz algumas fugas para castanho e nada. o tomatito mantinha-se quase imperceptivel, qual figurante de filme cómico com pretensões a actor principal. Depois alguém sugeriu o ocre com cinzas e ... não é que o tomatito agora já parece um actor secundário? o ocre "arrefecido" com cinzas deixou de "anular" o vermelho quente do legume ;o)
aprende-se muito nestes exercícios ...

3 comentários:

Cristina D'Eça Leal disse...

Tens toda a razão, o castanho devia anular completamente o pobre do tomate. Assim, os 3 planos de cor com o ocre da mesa (e a luz da mesa na direcção do objecto), a folha branca e a barra escura do fundo enquadram perfeitamente a cena e devolvem o protagonismo ao actor.
Só por curiosidade, quando tinhas a mesa castanha qual era a cor do fundo?

pedro disse...

a mesma. a mudança foi apenas trabalhar o ocre com preto e branco, em vez de trabalhar o ocre com castanhos ... teria sido interessante tirar uma foto "antes e depois", como naqueles anúncios capilares ;o)

dismore disse...

Está um apetite o tomatinho! Quem diria o trabalho que deu. O contraste realmente está óptimo. Seria bom, como dizes, poder ver o antes e o depois.